MINISTÉRIO
VIDA EVANGÉLICA
LEITURA BIBLICA DIÁRIA
TEMAS INTERESSANTES JANEIRO FEVEREIRO MARÇO ABRIL MAIO JUNHO JULHO AGOSTO SETEMBRO OUTUBRO NOVEMBRO DEZMBRO
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31
BEM VINDO AO LEITURA BÍBLICA DIÁRIA

ORE POR ESTE MINISTÉRIO

TUDO QUANTO FIZERDES FAZEI COMO PARA O SENHOR

MEDITAÇÃO DIÁRIA


Evangelismo Pessoal Pela Internet. Contribua: Maxwell Alves Ag 0176-7 C/C 7105750-1. Obrigado!


Leitura referente 01 de janeiro
PROVÉRBIOS 1:1-6
01. PROVÉRBIOS de Salomão, filho de Davi, rei de Israel;
02. Para se conhecer a sabedoria e a instrução; para se entenderem as palavras da prudência.
03. Para se receber a instruçao do entendimento, a justiça, o juízo e a equidade;
04. Para dar aos simples, prudência, e aos moços, conhecimento e bom siso;
05. O sábio ouvirá e crescerá em conhecimento, e o entendido adquirirá sabiós conselhor;
06. Para entender os provérbios e sua interpretação; as palavras dos sábios e as suas proposições.

SALMO 1:1-6
01. BEM-AVENTURADO o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.
02. Antes tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei meita de dia e de noite.
03. Pois será como a árvore plantada junto ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará.
04. Não sao assim os ímpios; mas são como a moinha que o vento espalha.
05. Por isso os ímpios não subsistirão no juízo, nem os pecadores na congregação dos justos.
06. Porque o SENHOR conhece o caminho dos justos; porém o caminhos dos ímpios perecerá.

MATEUS 1:1-25
01. LIVRO da geração de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão.
02. Abraaão gerou a Isaque, Isaque gerou a Jacó; e Jacó gerou a Judá e a seus irmãos;
03. E Judá gerou, de Tamar, a Perez e a Zerá; e Perez gerou a Esrom, e Esrom grou a Arão;
04. E Arão grou a Aminadabe; e Aminadabe gerou a Naassom; e Naassom gerou a Salmon;
05. E Salmon gerou, de Raabe, a Boaz; e Boaz gerou de Rute a Obede; e Obede gerou a Jessé;
06. E Jessé gerou ao rei Davi; e o rei Davi gerou a Salomão da que foi mulher de Urias.
07. E Salomao grou a Roboão; e Roboão gerou a Abias; e Abias gerou a Asa;
08. E Asa gerou a Josafá; e Josafá gerou a Jorão; e Jorão gerou a Uzias;
09. E Uzias gerou a Jotão; e Jotão gerou a Acaz; e Acaz gerou a Ezequias;
10. E Ezequias gerou a Manassés; e Manassés gerou a Amom; e Amom gerou a Josias;
11. E Josias gerou a Jeconias e a seus irmãos na deportação para Babilônia
12. E, depois da deportaçao para a Babilônia, Jeconias gerou a Salatiel; e Salatiel gerou a Zorobabel;
13. E Zorobabel gerou a Abiúde; e Abiúde gerou a Eliaquim; e Eliaquim gerou a Azor;
14. E Azor gerou a Sadoque; e Sadoque gerou a Aquim; e Aquim gerou a Eliúde;
15. E Eliúde gerou a Eleázar; e Eleázar gerou a Matã; e Matã gerou a Jacó;
16. E Jacó gerou a José, marido de Maria, da qual nasceu JESUS, que se chama o Cristo.
17. De sorte que todas as gerações, desde Abraão até Davi, são catorze gerações; e desde Davi até a deportação para a Babilônia, catorze gerações; e desde a deportação para a Babilônia até Cristo, cartorze gerações.
18. Ora, O nascimento de Jesus Cristo foi assim: Estando Maria, sua mãe, desposada com José, antes de se ajuntarem, achou-se ter concebido do Espírito Santo.
19. Então José, seu marido, como era justo, e a não queria infamar, intentou deixá-la secretamente.
20. E, projetando ele isto, eis que em sonho lhe apareceu um anjo do Senhor, dizendo: José, filho de Davi, não temas receber a Maria tua mulher, porque o que nela está gerado é do Espírito Santo;
21. e dará a luz um filho e chamarás o seu nome JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados
22. Tudo isso aconteceu para que se cumprisse o que foi dito da parte do Senhor, pelo profeta, que diz;
23. Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho. E chamá-lo-ão pelo nome de EMANUEL, que traduzido é: Deus conosco.
24. E josé, despertando do sono, fez como o anjo do Senhor lhe ordenara, e recebeu a sua mulher;
25. e não a conheceu até que deu à luz seu filho, o primogênito; e pôs-lhe por nome JESUS.

MATEUS 2:1-12
01. E TENDO nascido JESUS em Belém de Judéia, no tempo do rei Herodes, eis que uns magos vieram do oriente a Jerusalém,
02. dizendo: Onde está aquele que é nascido rei dos Judeus, porque vimos a sua estrela no oriente, e viemos a adorá-lo
03. E o rei Herodes, ouvindo isto, perturbou-se, e toda Jerusalém com ele.
04. E, congregados todos os príncipes dos sacerdotes, e os escribas do povo, Perguntou-lhes onde havia de nascer o Cristo.
05. E eles lhe disseram: em Belém de Judá; porque assim está escrito pelo profeta;
06. E tu, Belém, terra de Judá, de modo nenhum és a menor entre as capitais de Judá; porque de ti sairá o Guia, que há de apascentar o meu povo de Israel.
07. Então Herodes, chamando secretamente os magos, inquiriu exatamente deles a cerca do tempo em que a estrela lhes aparecera.
08. E, enviando-os a Belém, disse: Ide, e perguntai diligentemente pelo menino e, quando o achardes, participai-mo, para que também eu vá e o adore.
09. E, tendo eles ouvido o rei, partiram; e eis que a estrela, que tinham visto no oriente, ia adiante deles, até que, chegando, se deteve sobre o lugar onde estava o menino.
10. E, vendo eles a estrela, regozijaram-se muito com grande alegria.
11. E, entrando na casa, acharam o menino com Maria sua mãe, prostrando-se, o adoraram; e abrindo os seus tesouros, ofertaram-lhe dádivas: ouro, incenso e mirra.
12. E, sendo por divina revelação avisados em sonhos para que não voltassem para junto de Herodes, partiram para a sua terra por outro caminho.

GÊNESIS 1:1-31
1. No princípio, criou Deus os céus e a terra.
2. A terra, porém, estava sem forma e vazia; havia trevas sobre a face do abismo, e o Espírito de Deus pairava por sobre as águas.
3. Disse Deus: Haja luz; e houve luz.
4. E viu Deus que a luz era boa; e fez separação entre a luz e as trevas.
5. Chamou Deus à luz Dia e às trevas, Noite. Houve tarde e manhã, o primeiro dia.
6. E disse Deus: Haja firmamento no meio das águas e separação entre águas e águas.
7. Fez, pois, Deus o firmamento e separação entre as águas debaixo do firmamento e as águas sobre o firmamento. E assim se fez.
8. E chamou Deus ao firmamento Céus. Houve tarde e manhã, o segundo dia.
9. Disse também Deus: Ajuntem-se as águas debaixo dos céus num só lugar, e apareça a porção seca. E assim se fez.
10. À porção seca chamou Deus Terra e ao ajuntamento das águas, Mares. E viu Deus que isso era bom.
11. E disse: Produza a terra relva, ervas que dêem semente e árvores frutíferas que dêem fruto segundo a sua espécie, cuja semente esteja nele, sobre a terra. E assim se fez.
12. A terra, pois, produziu relva, ervas que davam semente segundo a sua espécie e árvores que davam fruto, cuja semente estava nele, conforme a sua espécie. E viu Deus que isso era bom.
13. Houve tarde e manhã, o terceiro dia.
14. Disse também Deus: Haja luzeiros no firmamento dos céus, para fazerem separação entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais, para estações, para dias e anos.
15. E sejam para luzeiros no firmamento dos céus, para alumiar a terra. E assim se fez.
16. Fez Deus os dois grandes luzeiros: o maior para governar o dia, e o menor para governar a noite; e fez também as estrelas.
17. E os colocou no firmamento dos céus para alumiarem a terra,
18. para governarem o dia e a noite e fazerem separação entre a luz e as trevas. E viu Deus que isso era bom.
19. Houve tarde e manhã, o quarto dia.
20. Disse também Deus: Povoem-se as águas de enxames de seres viventes; e voem as aves sobre a terra, sob o firmamento dos céus.
21. Criou, pois, Deus os grandes animais marinhos e todos os seres viventes que rastejam, os quais povoavam as águas, segundo as suas espécies; e todas as aves, segundo as suas espécies. E viu Deus que isso era bom.
22. E Deus os abençoou, dizendo: Sede fecundos, multiplicai-vos e enchei as águas dos mares; e, na terra, se multipliquem as aves.
23. Houve tarde e manhã, o quinto dia.
24. Disse também Deus: Produza a terra seres viventes, conforme a sua espécie: animais domésticos, répteis e animais selváticos, segundo a sua espécie. E assim se fez.
25. E fez Deus os animais selváticos, segundo a sua espécie, e os animais domésticos, conforme a sua espécie, e todos os répteis da terra, conforme a sua espécie. E viu Deus que isso era bom.
26. Também disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; tenha ele domínio sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos, sobre toda a terra e sobre todos os répteis que rastejam pela terra.
27. Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.
28. E Deus os abençoou e lhes disse: Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todo animal que rasteja pela terra.
29. E disse Deus ainda: Eis que vos tenho dado todas as ervas que dão semente e se acham na superfície de toda a terra e todas as árvores em que há fruto que dê semente; isso vos será para mantimento.
30. E a todos os animais da terra, e a todas as aves dos céus, e a todos os répteis da terra, em que há fôlego de vida, toda erva verde lhes será para mantimento. E assim se fez.
31. Viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom. Houve tarde e manhã, o sexto dia.

GÊNESIS 2:1-25
1. Assim, pois, foram acabados os céus e a terra e todo o seu exército.
2. E, havendo Deus terminado no dia sétimo a sua obra, que fizera, descansou nesse dia de toda a sua obra que tinha feito. 3. E abençoou Deus o dia sétimo e o santificou; porque nele descansou de toda a obra que, como Criador, fizera.
4. Esta é a gênese dos céus e da terra quando foram criados, quando o SENHOR Deus os criou.
5. Não havia ainda nenhuma planta do campo na terra, pois ainda nenhuma erva do campo havia brotado; porque o SENHOR Deus não fizera chover sobre a terra, e também não havia homem para lavrar o solo. 6. Mas uma neblina subia da terra e regava toda a superfície do solo. 7. Então, formou o SENHOR Deus ao homem do pó da terra e lhe soprou nas narinas o fôlego de vida, e o homem passou a ser alma vivente. 8. E plantou o SENHOR Deus um jardim no Éden, na direção do Oriente, e pôs nele o homem que havia formado. 9. Do solo fez o SENHOR Deus brotar toda sorte de árvores agradáveis à vista e boas para alimento; e também a árvore da vida no meio do jardim e a árvore do conhecimento do bem e do mal.
10. E saía um rio do Éden para regar o jardim e dali se dividia, repartindo-se em quatro braços.
11. O primeiro chama-se Pisom; é o que rodeia a terra de Havilá, onde há ouro.
12. O ouro dessa terra é bom; também se encontram lá o bdélio e a pedra de ônix.
13. O segundo rio chama-se Giom; é o que circunda a terra de Cuxe. 14. O nome do terceiro rio é Tigre; é o que corre pelo oriente da Assíria. E o quarto é o Eufrates.
15. Tomou, pois, o SENHOR Deus ao homem e o colocou no jardim do Éden para o cultivar e o guardar.
16. E o SENHOR Deus lhe deu esta ordem: De toda árvore do jardim comerás livremente,
17. mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás.
18. Disse mais o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea.
19. Havendo, pois, o SENHOR Deus formado da terra todos os animais do campo e todas as aves dos céus, trouxe-os ao homem, para ver como este lhes chamaria; e o nome que o homem desse a todos os seres viventes, esse seria o nome deles.
20. Deu nome o homem a todos os animais domésticos, às aves dos céus e a todos os animais selváticos; para o homem, todavia, não se achava uma auxiliadora que lhe fosse idônea.
21. Então, o SENHOR Deus fez cair pesado sono sobre o homem, e este adormeceu; tomou uma das suas costelas e fechou o lugar com carne.
22. E a costela que o SENHOR Deus tomara ao homem, transformou-a numa mulher e lha trouxe.
23. E disse o homem: Esta, afinal, é osso dos meus ossos e carne da minha carne; chamar-se-á varoa, porquanto do varão foi tomada.
24. Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne.
25. Ora, um e outro, o homem e sua mulher, estavam nus e não se envergonhavam.

001 - Chuvas de Graça

Letra: Daniel Webster Whittle
Música: James McGranahan
Tradução: José Rodrigues

Deus prometeu com certeza
Chuvas de graça mandar;
Ele nos dá fortaleza,
E ricas bênçãos sem par

Coro

Chuvas de graça,
Chuvas pedimos, Senhor;
Manda-nos chuva constantes,
Chuvas do Consolador.

Cristo nos tem concedido
O santo Consolador,
De plena paz nos enchido,
Para o reinado de amor.

Dá-nos, Senhor, amplamente,
Teu grande gozo e poder;
Fonte de amor permanente,
Põe dentro de nosso ser.

Faze os teus servos piedosos,
Dá-lhes virtude e valor,
Dando os teus dons preciosos,
Do santo Preceptor.


Chuvas de Bençãos - Com André Valadão
Intro.: F - C - F - Dm - Cm - B7/9 - F - B7/9 F B7/9 F Dm CHUVAS DE BENÇÃOS TEREMOS Cm B7/9 F B7/9 É A PROMESSA DE DEUS C7M Am Dm TEMPOS BENDITOS VEREMOS C4 C7 B7/9 CHUVAS DE BENÇAOS DOS CÉUS F C F B7/9 CHUVAS DE BENÇÃOS F Dm B7/9 CHUVAS DE BENÇÃOS DOS CÉUS F C7M Am7 Dm GOTAS SOMENTE NOS TEMOS Cm B7/9 F B7/9 CHUVAS ROGAMOS A DEUS F B7/9 F Dm CHUVAS DE BENÇÃOS TEREMOS Cm B7/9 F F/A VIDA DE PAZ E PERDÃO C7M Am OS PECADORES INDIGNOS C4 C7 A GRAÇAS DOS CÉUS OBTERÃO! INSTRUMENTAL: Dm7 - C7 - Dm7 - C7 Dm7 - C7 - Dm7 - B7/9 Dm7 C7 CHUVAS DE BENÇÃOS Dm7 B7/9 CHUVAS DE BENÇÃOS DOS CÉUS F C7M Am7 GOTAS SOMENTE NÓS TE - MOS Dm Cm B7/9 CHUVAS ROGAMOS A DEUS INSTRUMENTAL: Dm7 - C7 - Dm7 - B7/9 F B Dm CHUVAS DE BENÇÃOS TEREMOS Cm B Dm7 MANDA-NOS JA OH SENHOR C7M F DAR-NOS AGORA O BOM FRUTO Dm C4 C7 B7/9 DESTA PALAVRA DE AMOR EM7 C7 CHUVAS DE BENÇÃOS EM7 B7/9 CHUVAS DE BENÇÃOS DOS CÉUS F C7M Am7 GOTAS SOMENTE NOS TE - MOS Dm Cm B CHUVAS ROGAMOS A DEUS Instrumental: Dm7 - C7 - Dm7 F B Dm CHUVAS DE BENÇÃOS TEREMOS Cm B Dm7 CHUVAS MANDADAS DO CÉU C7M Am7 Dm7 BENÇÃOS A TODOS OS CRENTES C4 C7 B7/9 BENÇÃO DO NOSSO BOM DEUS INSTRUMENTAL: Dm7 - C7 - Dm7 - C7 Dm7 C7 CHUVAS DE BENÇAOS Dm7 B7/9 CHUVAS DE BENÇÃOS DOS CÉUS F C7M Am7 Dm7 GOTAS SOMENTE NOS TE - MOS Cm B Dm CHUVAS ROGAMOS A DEUS INSTRUMENTAL: Dm7 - C - Dm7 - C7